DICAS

4 DICAS DE COMO TRANSPORTAR SEU PET EM SEGURANÇA

Quer viajar e não tem onde nem com quem deixar o seu pet? Não tem grana para deixá-lo hospedado em lugares próprios para este fim e não quer contratar um acompanhante profissional?

Você pode levar seu amigão com você, desde que ressalte a segurança e conforto do seu animal. Vamos às dicas!

Antes de Partir

Acostume seu bichinho ao veículo

Antes de sair para viagens longas e demoradas, acostume seu animal ao carro, caso nunca o tenha levado. Leve-o com você ao ir à casa de algum familiar ou amigo. Dê umas voltas à toa para ele ir se acostumando. Não o leve de cara a uma viagem sem antes deixar ele vivenciar a nova experiência.

Leve seu Pet ao Veterinário

É importante levá-lo ao médico para fazer uma checagem. Além disso, dependendo do tipo de viagem, você será aconselhado sobre alguns cuidados, como prevenções de carrapatos, pulgas e algumas doenças que poderão atingir seu bichinho, dependendo do lugar onde irá.

Caso o seu pet tenha enjoo, ele poderá ser receitado com algum medicamento que seja benéfico a ele, diminuindo os possíveis problemas durante o trajeto.

Chegando o Dia da Viagem...

Alimente seu animalzinho algumas horas antes da viagem e com alimento leve. Isso fará com que ele tenha uma viagem mais confortável, com menor risco de ânsia de vômito, por exemplo. Não se esqueça de levar tudo o que o bicho precisará, como comida, potes de ração, guia, carteira de vacinação, etc.

Importante: se atente a carteira de vacinação do animal e certifique-se de que está tudo em ordem.

Medidas de segurança

Existem cintos de segurança e caixas de transporte para viajar com seu amigo. Os cintos são básicos e mais baratos. Servem para cachorros e custam entre R$30,00 e R$45,00. Deixar o pet seguro é muito importante. Isto evita que ele se machuque caso você faça uma curva ou dê um freada brusca.

Quase não existem leis para segurança do animal. Mesmo assim, os devidos cuidados citados são necessários. Seja responsável, por favor! Você não pode transportá-lo em uma carroceria ou caçamba e nem o levar consigo no colo.

Deixá-lo seguro fará com que não te distraia e também evitará que ele salte pela janela. Não confie neles. Animais são muitos espertos, mas são irracionais. Tome as precauções adequadamente!

Os gatos se agitam mais facilmente. O ideal é os levar em uma caixa transportadora. Você pode utilizá-las para cães também. Sempre leve em consideração o tamanho do animal para melhor conforto. Não deixe o pet em uma caixa apertada. Pense nele sempre, não importando ser cachorro, gato ou outro animal.

Faça pausas durante a viagem

É recomendado parar a cada 2 ou 3 horas de viagem. Assim como nós, os bichinhos também precisam de um descanso. Saia do carro com ele e deixe-o esticar as patas. Ofereça um pouco de água. Não dê muita para evitar que fique enjoado na volta ao trajeto.

Cuidados com Hamster, Porquinho-da-Índia e Aves

Esses animaizinhos devem ser levados na própria gaiola, com água, comida e forragem apropriada para as necessidades fisiológicas. São animais mais sensíveis ao calor, portanto, dê atenção a hidratação e a ventilação do ambiente. Para segurança do bichinho é ideal que fique alguém ao lado da gaiola. Não a deixe jogada de lado.

Aí está o essencial. Sempre preste atenção nos detalhes, quando se trata de animais de estimação. Busque sempre por mais informações com um bom veterinário. Em caso de calor, durante a viagem, ligue o ar condicionado. Deixe o ambiente sempre ventilado. Hidrate bem o animal e deixe-o fazer suas necessidades.

Já viajou com o seu pet? Compartilhe sua experiência conosco ou conte suas expectativas para a sua primeira viagem com seu amigão!