DICAS

CÃO DE GRANDE PORTE CABE EM PEQUENOS ESPAÇOS?

Pastor alemão apertado

A redução do tamanho dos imóveis, para combinar com o novo formato das famílias, é um dos reflexos dos tempos modernos. Os apartamentos diminuíram de tamanho tanto quanto as casas, levando muitas pessoas a se perguntar se dá para conciliar as necessidades e os gostos dos pets com o espaço limitado que as pessoas têm a oferecer.

Os especialistas dizem que sim desde que o animal não seja de grande porte. É preciso ter bom senso e evitar raças gigantes que, geralmente, pesam mais de 45 quilos, como rottweiler. Para quem adora os grandalhões e não dispõe de um espaço tão generoso, o golden retrivier e o labrador costumam ser boas opções, embora não haja regras.

Mais importante do que a raça é conhecer a linhagem do cão. Se os ascendentes forem tranquilos, é provável que ele herde essa característica. Mas essas não são as únicas recomendações aos futuros proprietários, pois a criação deles também vai exigir uma série de posturas frequentes. Saiba as principais:

SOZINHO NÃO - cachorros odeiam ficar sozinhos e para que eles não sintam tanta saudade dos donos o ideal é deixar livre o acesso às áreas de convívio da família. Assim, ao farejar o cheiro dos moradores, eles não se sentirão tão solitários.

DISTRAÇÃO DENTRO DE CASA - se você não quer que o seu pet apresente problemas psicológicos, como o transtorno compulsivo, ou de tão entediado passe a se lamber ou se morder até machucar, atenção: tenha sempre em casa um bom sortimento de ossinhos recreativos e brinquedos.

ENTRETENIMENTO NA RUA - para que o cachorro de grande porte leve uma vida saudável em pequenos espaços é preciso que o dono tenha disposição em levá-lo sempre para passear. Os animais adoram espaços e enquanto andam ou correm aqui e ali, aliviam o stress e ainda previnem problemas como ansiedade e excesso de peso. Sem falar que os passeios ajudam a desenvolver a musculatura e a manter a saúde das articulações.

QUESTÃO DE HIGIENE - os passeios são ainda mais importantes porque os cães preferem se aliviar longe do ambiente onde vivem e dormem. Quando levam bronca por causa do xixi e do coco no lugar errado, passam a se segurar para fazer as necessidades somente quando saem de casa e aí mora o perigo dos problemas gastrointestinais e de bexiga.

CUIDADO COM A ALIMENTAÇÃO - como os cães se movimentam menos em apartamentos e aqueles que são de grande porte precisam gastar mais energia, a tendência de ganho de peso é enorme. Por isso é imprescindível que a alimentação deles seja controlada e se o pet for castrado aí sim, o cuidado precisa ser redobrado. Nesse caso especial a orientação de um veterinário é ainda mais importante.


Veja também: