DICAS

COMO FAZER SEU CACHORRO SE ACOSTUMAR COM OUTRO FILHOTE

Como fazer seu cachorro se acostumar com outro filhote

Você sempre acreditou que a rotina na sua casa estava bem definida. Crianças correndo pra lá e pra cá, com o cachorrinho de estimação se divertindo também. Um dia alguém teve a ideia de aumentar a família e o projeto logo ganhou força, com um mutirão em favor do novo totó.

Num primeiro momento, sua linha de pensamento foi simples assim: onde come e dorme um cãozinho, também há espaço para o “irmãozinho” dele. O que você não esperava é por aquela onda de ciúmes que invadiu a casa.

Como as crianças logo demonstraram interesse pelo novo morador, seu velho amigão ficou irritado com o segundo plano. E a partir daí, surgiram problemas de toda natureza.

Tarde demais para se arrepender, porque a família já não aceita mais a condição anterior, ou seja, apenas um pet em casa. Então o que fazer? A seguir, dicas importantes para tornar a convivência harmoniosa mais rapidamente:

  • Nos primeiros dias deixe o totozinho em um local isolado e bem protegido do peludo mais antigo do pedaço. Se ele rosnar, baixar a cauda e ranger os dentes, redobre a atenção, pois essa é uma demonstração que “o bicho tá pegando”.
  • Na hora da alimentação também vale o conselho anterior. Pelo menos no início, deixe-os comer em ambientes separados, assim o mais esperto não vai roubar a comida do outro.
  • Já na hora das brincadeiras você pode ser democrático, aproveitando a oportunidade de apresentar os dois. Exemplo: o mais velho adora brincar com uma bolinha, então se divirta com ele no ambiente em que estiver o filhote. Se os primeiros contatos forem positivos, então permita que, aos poucos, os dois se cheirem para se conhecerem melhor. Mas o cuidado deve ser redobrado se o mais velho for de grande porte, porque ele não tem noção da sua força, hein?
  • Invista ainda mais na educação do peludo mais velho porque o novo habitante vai copiar o comportamento dele. Portanto, quanto mais educado ele for, menos trabalho você terá.


E, finalmente, nada de desespero pois logo depois do período de socialização, os dois serão amigos e estarão sempre juntos, brincando, se distraindo e evitando que se sintam solitários. E você, mais feliz do que nunca.

Veja também: 5 dicas para fazer seu cachorro e seu gato serem melhores amigos