DICAS

O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE ADOTAR UM PET

Se você está pensando em adotar um cão ou gato, parabéns! Essa é uma ótima ação, dado que existem mais de 30 milhões de animais abandonados no Brasil, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Então, acolher um bichinho e dar a ele um lar são atos de muito amor. Mas também de muita responsabilidade, pois você terá a tarefa de garantir o bem-estar do seu novo pet. 

Ele demanda espaço, afeto, atenção médica, brinquedos, disciplina, adestramento e alimentação, entre outras coisas. Veja o que você precisa saber antes de adotar e como se preparar para receber um novo integrante na família.

- De olho no futuro: os cães vivem, em média, de 10 a 15 anos, e os gatos, entre 15 e 20 anos. Tenha isso em mente ao adotar um pet. É bastante comum pessoas se desfazerem do animal devido a alguma mudança no seu estilo de vida. Por isso, tenha consciência de que ter um cachorro ou um gato é uma responsabilidade para toda a vida. 

- Consenso em casa: é importante verificar se todos os moradores da casa estão de acordo com a adoção, se alguém tem alergia a pelos de animais e se todos estão preparados para as alterações que terão na rotina.

- Custos: ter um pet vai gerar também alguns gastos mensais. Além de alimentação, higiene e limpeza, há também custos com acessórios, brinquedos e veterinário. 

- Ter tempo e paciência: você precisará ensiná-lo onde fazer suas necessidades  e como se comportar, ações que só serão conquistadas depois de prolongados períodos de convivência. Além disso, eles precisarão de uma dedicação diária para fazer exercícios e brincar.

- Castração e vacinação: é de extrema importância castrar o seu bichinho e evitar que ele se reproduza. Além disso, é preciso manter as vacinas em dia.

- Preparação da casa: ao escolher um cão ou gato, pense se a raça se adapta ao tamanho da sua casa e planeje a área que ele irá utilizar (onde colocar a tigela de comida e onde ele fará as necessidades, por exemplo). Escolha um espaço fácil para limpar e evite alterá-lo ao longo do tempo, facilitando a adaptação do pet.