DICAS

ROUPINHAS DE ANIMAIS: LUXO OU NECESSIDADE?

No inverno é comum ver as pessoas usando roupas mais pesadas para se protegerem do frio, e quando a temperatura começa a cair, os animais também sentem a diferença, principalmente os que ficam expostos ao vento e à chuva.

A exposição ao frio, assim também como nos humanos, pode causar algumas doenças, e colocar roupas e agasalhos nos animais é uma ótima prevenção. Mas apesar de ser útil, nem todos os cães ou gatos precisam ou gostam de utilizá-las. Alguns cães originários de países frios como Husky Siberiano, o Malamute do Alaska, o Pastor Alemão e o São Bernardo são mais resistentes ao frio devido a algumas características naturais como sub pelo e uma maior camada de gordura sob a pele. Outro fator importante é quanto a personalidade do animal: alguns simplesmente não conseguem usar e ficam irritados quando são forçados. É bom ficar atento ao comportamento dos bichanos, pois o importante é deixá-los sempre confortáveis.

Cães

Em alguns casos as roupinhas são muito bem-vindas e as vezes até necessárias. Confira algumas dicas para os cães:

  • Cachorros mais velhos podem ter problemas nas articulações, as famosas artroses, que doem ainda mais no frio. O agasalho nesse caso pode ajudar bastante. E claro, disponibilize para o cãozinho um lugar seco e quente, de preferência com colchenetes ou cobertores para eles deitarem.
  • Alguns cães têm pelo longo mas não têm sub pelo, como os poodles, yorkies e malteses, que acabam sentindo mais frio. Roupinha neles!
  • Cachorros de pelos curtos também sentem mais a variação de temperatura e uma capinha ou malha de lã são ótimas opções. São eles: pinscher, fox paulistinha, dog alemão, doberman e boxer.
  • Em regiões com neve ou geadas, sapatos protegem as patas dos cães de queimaduras causadas pelo frio.

Alguns cuidados:

  • Cuidado para não ridicularizar o seu animal. O que pode parecer “bonitinho” pra você, pode ser detestável para ele.
  • Roupas de lã não são indicadas para animais alérgicos, o que pode piorar o quadro e podem provocar nós nos pelos de raças de pelagem longa como os poodles, yorkies e malteses.

Gatos

Os gatos têm fama de não gostarem muito de vestimentas, embora existam exceções. Insistir nesses casos pode fazer com que os animais se machuquem ao tentar tirá-las. Geralmente eles não têm tanto problema com o frio, já que sempre encontram algum lugar quentinho para se esconder.

Doações

Se você também quiser ajudar a aquecer um animal sem dono neste inverno, localize uma entidade protetora perto de você e doe o que puder. Uma roupinha velha do seu animalzinho pode fazer toda a diferença para um cão ou gato que está passando frio. Boas ações sempre esquentam nossos corações.

Curiosidade: Loja de roupas para cães e gatos

Em uma loja em Berlim, na Alemanha, cachorros de pelúcia viraram manequins. A loja exibe tendências de vestimentas caninas para o inverno.

Grandes marcas como Gucci, Coach e Louis Vuitton já entraram na onda e produzem além de roupas, acessórios como coleiras, camas, casacos e pratos, além de shampoos e condicionadores da empresa Paul Mitchell Systems, por exemplo. Design de moda para os animais agora é obrigação para qualquer grife de luxo que se preze.

A quem diga que isso tudo é um desperdício de tempo e dinheiro, mas o mercado pet está cada vez mais em alta. Estima-se que 62% dos lares no Estados Unidos têm um animal de estimação de acordo com uma pesquisa da American Pet Products Manufacturers Association. No ano passado, o consumo com produtos relacionados ao mercado pet foi de US$44,3 milhões, mais do que o dobro de dez anos atrás. No Brasil a venda de importados já corresponde a 79% do faturamento dos pet shops.

Fonte: