DICAS

O RISCO DAS PICADAS DE INSETOS PARA O SEU PET

Cachorro no veterinário

A reação alérgica de homens e mulheres à picada de inseto e outros animais tem sido assunto comum nos consultórios médicos. O tema também é frequente entre os veterinários, já que os animais de estimação costumam ser vítimas desse problema.

Na maioria das vezes quando são picados ficam com a cara inchada e sentem dor, mas geralmente nada de mais grave acontece. No entanto, se tiverem uma reação alérgica intensa, a picada pode ser fatal, levando-os a óbito se não forem medicados imediatamente.

Alguns destes animais como (abelhas, marimbondos, aranhas, vespas, formigas e mosquitos) consideram cães e gatos como predadores porque eles são barulhentos, emitem vibrações, odores e calor. Os locais mais comumente atacados são as regiões nasal, oral e periocular.

Os sinais são variados, no entanto os mais comuns são: edema, dor na área da picada, vômitos, fraqueza, hipertermia, hiperemia e edema de glote e choque, dependendo da reação do organismo.

A apresentação dos sinais pode variar conforme a agressividade da substância, assim como da resposta do organismo do pet diante do agente agressor.

Tanto na forma branda quanto na grave é recomendado que o animal seja levado imediatamente até o veterinário de confiança, permitindo que ele avalie a necessidade de exames, administração de medicações ou oxigênio e a realização de procedimentos emergenciais.

Por isso ao notar que seu pet foi picado, o procedimento correto é o seguinte:

  • Mantenha o pescoço reto para facilitar a entrada de oxigênio
  • No caso da picada ser feita por uma abelha não tente tirar o ferrão com pinças ou as unhas, pois parte do veneno ainda se encontra nele e poderá ser inoculado, piorando o quadro de envenenamento.
  • Comunique o fato ao seu veterinário e aguarde instruções.

E, finalmente, fique sempre atento ao ambiente em que vive seu animal e nunca menospreze a picada de um inseto.


Saiba mais: